Em 1999, Savage Garden era uma das bandas mais populares do mundo da música pop. Com dois álbuns lançados e uma série de sucessos, incluindo Truly Madly Deeply e Crash and Burn, o duo australiano era um dos favoritos dos fãs e críticos.

No entanto, em março daquele ano, tudo mudou. Durante a turnê promocional de seu último álbum, Affirmation, a banda sofreu um acidente de carro enquanto viajava entre shows. Darren Hayes, vocalista da banda, foi gravemente ferido e precisou ser hospitalizado por várias semanas. O outro membro da banda, Daniel Jones, também ficou ferido, mas conseguiu se recuperar mais rapidamente.

O incidente teve um impacto devastador na carreira de Savage Garden. A banda teve que cancelar os shows restantes de sua turnê, bem como vários outros compromissos de promoção do álbum. Além disso, a longa recuperação de Hayes significava que a banda teria que ficar em hiato indefinidamente.

Para os fãs de Savage Garden, o acidente foi um choque. Muitos haviam se acostumado com o som cativante e as letras emotivas da banda, e o pensamento de que eles poderiam nunca mais fazer música juntos era difícil de aceitar. Além disso, o acidente trouxe à tona a questão da segurança na indústria musical e como as bandas podem garantir que seus membros estejam protegidos enquanto viajam e se apresentam.

Embora Savage Garden tenha eventualmente se reunido em 2004 para uma série de shows de despedida, o incidente de 1999 ainda é lembrado como uma das tragédias mais tristes da história da música. Para muitos fãs, a banda sempre será lembrada como um símbolo da música pop dos anos 90, mas também como uma lembrança triste da fragilidade da vida e do poder das tragédias para mudar as coisas para sempre.